WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




 


abril 2024
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  



>
 


 


:: ‘Política’

BOM JESUS DA SERRA: Emenda do Deputado Waldenor Pereira a pedido dos vereadores Cebo e Everaldo Mendonça entrega uma ambulância 0 km ao município.

Os vereadores de Bom Jesus da Serra, Everaldo Mendonça e Claudemir (Cebo) juntamente com Leoman (presidente do diretório municipal do PT), receberam em Vitória da Conquista na manhã desta sexta-feira (18) uma ambulância tipo Van 0km, através de emenda parlamentar dos deputados Waldenor Pereira (federal) e Zé Raimundo (estadual), além do governador Rui Costa.

A aquisição do veículo promete ajudar nas demandas diárias da saúde do município.

Informações do Bom Jesus Notícias

POÇÕES: Deputado Federal Valmir Assunção (PT), pretende lançar candidato a Deputado Estadual do município.

Uma notícia quentíssima que vai agitar a política de Poções nesse pleito de 2022 aqui na Bahia. Recebemos na nossa redação noticias de bastidores da política que o deputado Federal Valmir Assunção – PT cogita um perfil que combine com suas ideias e as ideias do pré-candidato a governador da Bahia, Jeronimo Rodrigues, pós graduado em desenvolvimento rural. Esse escolhido deverá ter ligação com o homem do campo.
Achou em Poções, um filho de lavrador, com conhecimento acadêmico e prático no manejo evolutivo da agricultura familiar, com conhecimento e envolvimento com os movimentos sociais, como o MST, com CECAF, e sindicatos rurais e associações, que venha fortalecer a chapa petista a nível nacional.


Com Jerônimo governador, Valmir deputado Federal, mais PC do B e PT dando apoio, vai fortalecer a Nacional com Lula Presidente. Para Poções, esse nome que será anunciado em breve, trará ao município visibilidade estadual e fortalecerá a região com projetos e emendas.

BAHIA: PT anuncia Jerônimo Rodrigues como pré-candidato ao governo do estado.

Na tarde dessa sexta-feira (11), o PT Partido dos Trabalhadores da Bahia,anunciou em suas redes sociais o nome de Jerônimo Rodrigues como pré-candidato ao governo do estado.

“Jerônimo Rodrigues é o pré-candidato do PT ao Governo da Bahia. Baiano de Aiquara, professor e atual titular da Secretaria de Educação do Governo da Bahia, Jerônimo é um nome com larga trajetória na construção dos movimentos sociais, responsável pela eleboraçao de importantes políticas públicas para o desenvolvimento territorial da Bahia e que conhece o governo como poucos.

A Bahia ganha um pré-candidato com a cara e a voz do seu povo. Vamos juntos com Lula, Rui e Wagner construir uma pré-candidatura vitoriosa para consolidar as conquistas do PT para os baianos e baianas. Simbora?”

Postou o PT-BA em suas redes sociais.

BAHIA: Jaques Wagner confirma que não será candidato ao governo do estado nas Eleições 2022.

O PT da Bahia não terá o senador Jaques Wagner como candidato ao governo da Bahia. Em reuniã, foi discutida a tática eleitoral de 2022 em reunião extraordinária com a presença do senador, deputados estaduais e federais, prefeitos, vereadores e dirigentes na tarde desta segunda-feira (28). Na ocasião, Wagner anunciou às lideranças sua decisão política de não concorrer ao Governo do Estado e, a partir de agora, o diretório estadual passará a debater a nova tática eleitoral.

“A retirada da minha candidatura não implica na retirada da candidatura do PT. Quem decidirá se terá candidatura ou não, não sou eu, será o Partido”, afirmou Wagner, que falou sobre a importância da união dos partidos na Bahia para as eleições deste ano.

O presidente do PT Bahia, Éden Valadares, comentou a reunião. “É claro que respeitamos a decisão do companheiro Wagner, mas não a recebemos com alegria. Nossas instâncias se reunirão intensamente nos próximos dias para atualizar nossa posição”, comentou.

Os dirigentes petistas reafirmaram decisão do sétimo Congresso do PT que aponta para a presença do Partido encabeçando a chapa majoritária. “Nossa decisão será fruto do debate interno, mas também do imprescindível diálogo com os demais partidos e lideranças da base, como Otto, Leão, Lídice e PCdoB”, ressaltou Éden.

*Bahia Notícias

BOM JESUS DA SERRA: Ex-prefeito Gazzo tem contas referente ao ano de 2020 aprovadas, agora são 03 mandatos com 12 aprovação.

Na sessão desta terça-feira (08/02), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia emitiram parecer recomendando a aprovação com ressalvas, pelas câmaras de vereadores, das contas de mais 11 prefeituras baianas, referentes ao exercício de 2020. Esses pareceres englobam as contas de governo e as de gestão.

Foram analisadas e aprovadas as contas de governo e de gestão das prefeituras de Caturama, da responsabilidade de Paulo Humberto Mendonça; de Ibirapuã, Calixto Antônio Ribeiro; de Bom Jesus da Serra, Edinaldo Meira Silva; de Irajuba, Jerônimo Souza dos Santos; de Cotegipe, Márcia Sá Teles; de Lapão, José Ricardo Barbosa; de Paramirim, Gilberto Martins Brito; de Piritiba, Samuel Oliveira Santana; de Boquira, Luciano de Oliveira e Silva; de São Gabriel, Hipólito Silva Gomes; de Serrolândia, José Gonçalves de Oliveira. No caso dessas prefeituras, ambas as contas – governo e gestão – são de responsabilidade do próprio prefeito, que atua concomitantemente como chefe de governo e ordenador de despesas.

Os conselheiros relatores, ao final de cada voto, também apresentaram Deliberação de Imputação de Débito – DID, com propostas de multas aos gestores nos valores de R$2,5 mil (Caturama); R$2,5 mil (Ibirapuã); R$1 mil (Bom Jesus da Serra); R$1,5 mil (Irajuba); R$3 mil (Cotegipe); R$4 mil (Lapão); R$3 mil (Paramirim); R$3 mil (Piritiba); R$2 mil (Boquira); R$ 3 mil (São Gabriel); e R$2 mil (Malhada), em razão das ressalvas indicadas nos relatórios técnicos.Cabe recurso das decisões.

O ex-prefeito de Bom Jesus da Serra, Edinaldo Silva Meira (Gazzo) do PSD, teve sua 12° aprovação ao longo de seus 03 mandatos, além de 2020 foram aprovadas também as contas de 2005, 2006, 2007, 2008,2009, 2010, 2011, 2012, 2017, 2018 e 2019.

IMAGEM HISTÓRICA: Foto do ex-presidente Lula em Poções no início dos anos 90.

Foto: Facebook Walter Marques

Hoje deparamos com uma imagem histórica da cidade de Poções.Na imagem acima, identificamos o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Praça Raimundo Pereira Magalhães,no início dos anos 90 rodeado de apoiadores em movimento da Caravana da Cidadania.

Luiz Inácio Lula da Silva (PT),que já foi Presidente do Brasil entre (2003-2010) lidera em todos os cenários as pesquisas de intensão de voto para Presidente nas eleições 2022.

BAHIA: Zé Coca diz que não deixará prefeitura de Jequié para ser vice de Wagner.

O prefeito do município de Jequié e presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Zé Cocá (PP), afirmou nesta segunda-feira (17), que não pretende deixar o cargo de prefeito para disputar a vice-governadoria de Jaques Wagner (PT). O nome do gestor é citado nos bastidores como um possível nome para a vaga desde setembro de 2021.

Em entrevista coletiva, Cocá cobrou apoio do Governo Federal para os municípios atingidos pelas chuvas e afastou a possibilidade de ser candidato a vice-governador da Bahia.

“A gente fica grato por ser lembrado. Quem não quer ser vice-governador da Bahia? Mas neste momento não, meu foco é Jequie, não tenho interesse nenhum em largar a prefeitura. Minha vontade é terminar o mandato e botar a cidade nos trilhos”, afirmou.

Sobre os boatos da migração de mais deputados do Progressistas, Cocá afirmou que o partido está ciente das saídas. “Os outros deputados estarão juntos, o PP está construindo uma bancada muito forte e saíra dessa eleição mais forte do que já é”, disse.

Fonte: BN

BAHIA: Zé Cocá pode ser candidato a vice na chapa com Jaques Wagner

O vice-governador não pode mais concorrer ao mesmo cargo porque já o disputou e o ocupou por duas vezes seguidas, vedação que a lei estende para seu filho, o deputado federal Cacá Leão (PP). Para integrá-lo ao primeiro time da campanha no campo governista, evitando romper o arranjo bem sucedido até aqui, a alternativa seria mover Otto para a vice, lançando Leão ao Senado. Mas o cacique do PSD parece ter tido mais prestígio ou força para impor sua candidatura à reeleição no grupo. A saída para não perder o vice seria compensar sua ausência na chapa com a promessa de cargos no futuro governo, além de outros espaços.A indicação de um nome de sua preferência à vice e de um conselheiro a um dos Tribunais de Contas, além da negociação da presidência da Assembleia Legislativa na próxima legislatura, aparecem em destaque no virtual pacote de uma negociação para contemplá-lo. Dando sinais de insatisfação com as ofertas, o vice passou a se movimentar na direção de lançar a própria candidatura ao governo, projeto que os deputados do partido rejeitam por considerarem a ideia, além de inviável, capaz de jogá-los para fora de um governo do qual, “apesar dos pesares”, aproveitam as benesses.O desejo da quase totalidade dos parlamentares progressistas é o de que, ao invés de forçar uma operação “vida loca”, Leão focasse no que importa, buscasse pressionar Rui a disputar o Senado para assumir nove meses de governo em seu lugar ou então fechasse logo a aliança para 2022 com o governo, nos termos do que foi supostamente proposto até agora, ao invés de potencializar o desgaste que a manutenção da ameaça de concorrer contra Wagner provoca. Quanto ao candidato a governador petista, veria cair em suas mãos a chance para trazer uma liderança nova para a vice, escolhendo quadros dentro do próprio PP.Seria uma forma de buscar neutralizar os ataques quanto à falta de novidade que uma chapa formada por ele, Otto e o próprio Leão representaria, quesito com que o adversário do DEM, ACM Neto, não precisa se preocupar. Hoje, os nomes que parecem despontar na eventualidade de uma inflexão de Wagner na tentativa de captar o mesmo ‘frescor’ do concorrente seriam os do prefeito de Jequié, Zé Cocá, e os dos deputados Niltinho e Nelson Leal, secretário de Desenvolvimento Econômico. A pergunta que não quer calar, no entanto, é até quando Leão vai esticar a corda, colocando em risco a aliança com o PT e a participação de seu partido na chapa.

*Site Política Livre

 

BOA NOVA: Cacau Meira é eleito Presidente Municipal do PCdoB.

Na noite dessa última sexta-feira (17), aconteceu no município de Boa Nova, as eleições para Presidente Municipal do PCdoB.

Por unanimidade, o ex-vereador e atual Diretor de Esportes do município, Cacau Meira foi eleito Presidente Municipal da Sigla.

Participaram do evento várias lideranças políticas da região, os superintendentes da Sudet e Sine Bahia do governo do Estado, o prefeito Adonias Rocha, o Secretário de Governo do Município de Boa Nova Irenio Neto, o Diretor de Meio Ambiente Jhonatan Meira, o controlador da Prefeitura Jairo, o Secretário de Saúde José Novais,o vereador Genilson do Sindicato, o ex-prefeito da cidade de Poções Otto Magalhães, o representante do Desenvolvimento Econômico do município de Poções, Salomão Moretti e por vídeo conferência o Deputado Federal do PCdoB Daniel Almeida.

Eleito,Cacau Meira irá substituir Juliane Novaes que ocupava o cargo de Presidente Municipal do PcdoB anteriormente.

POLÍTICA: DEM e PSL irão se unir e criar um novo partido nos próximos dias.

“Um casamento de interesse, por verba e tempo de tv”, é como os críticos definem a fusão entre os partidos PSL e Democratas, ambos do campo da direita. A unificação estava inicialmente cogitada para a semana que vem. “Não posso antecipar. É complexo. Mas a ideia é a da criação do maior partido do Brasil”, diz ACM Neto, presidente do DEM, que estaria disposto a abrir mão do comando da nova legenda em favor de Luciano Bivar, cacique no PSL. “Os próximos 15 dias serão decisivos”, prevê o ex-prefeito de Salvador.

Com a fusão, a numerosa bancada de parlamentares do PSL – 53 deputados, equivalente à do PT – , que chegou à posição de uma das maiores do Congresso de carona no palanque eleitoral de Jair Bolsonaro nas últimas eleições presidenciais, encontrará no DEM a estrutura profissional e a capilaridade nacional de um partido experiente e com quadros importantes. Desta forma, o PSL minora o risco de voltar ao posto de legenda de pequena influência política, como resultado eleitoral da rumorosa ruptura com Jair Bolsonaro, que segue sem partido.

O pequeno Democratas – 28 deputados – , por sua vez, verá sua fatia do Fundo Partidário turbinada, após o casamento. A tacada tem impacto direto sobre as eleições de 2022. As duas legendas lucram com um trunfo valioso: o tempo da propaganda eleitoral na tv. E entrariam na disputa com alto cacife para negociação no campo da “terceira via”. Uma reunião da Executiva do DEM deve ser marcada para os próximos dias, para chancelar a união.

“A prioridade é ter candidato próprio. No DEM, temos dois nomes: Henrique Mandetta e Rodrigo Pacheco”, crava ACM Neto, que mantém o desinteresse pelo apoio ao governador de São Paulo, o tucano João Doria. “Não escondo que vejo potencial muito maior na candidatura de Eduardo Leite do que na de João Doria”, diz o presidente do DEM. “Mas não é hora do DEM meter a colher na panela do PSDB”, completa.





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia