WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




 


abril 2024
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  



>
 


 


:: ‘Brasil’

FUTEBOL: Confira a Lista com os 26 convocados da Seleção Brasileira para a Copa do Catar.

BRASIL: Programa Auxílio Brasil voltará a ser chamado de Bolsa Família em governo Lula.

Lula vai acabar com o Auxílio Brasil quando assumir o poder e já deixou claro que pretende fazer algumas mudanças no programa social do Governo Federal.

Luís Inácio Lula da Silva (PT) conseguiu vencer Jair Messias Bolsonaro (PL) com 50,9% dos votos em uma disputa bastante acirrada pelo voto dos brasileiros.

Agora eleito, Lula havido deixado claro durante sua campanha eleitoral que iria acabar com o Auxílio Brasil e retornar com o programa Bolsa Família.

Lula vai acabar com o Auxílio Brasil e voltar com o Bolsa Família em breve. Apesar disso, uma de suas promessas seria de que o valor permaneceria em R$ 600.

O valor original do programa é de R$ 400, mas o governo Bolsonaro autorizou o adicional de R$ 200 até dezembro deste ano, em uma ação emergencial. A mudança foi vista como estratégia política do atual presidente para tentar ser reeleito.

Lula pretende trocar o nome do Auxílio Brasil para Bolsa Família, que foi o programa criado em 2003 no seu primeiro mandato, e fazer ainda algumas modificações.

Equipe de transição já chama programa de Bolsa Família e negocia PEC para autorizar novo governo a manter benefício de R$ 600 e ter licença para gastar fora do teto de gastos. 

 

BRASIL: Presidente Jair Bolsonaro se pronuncia pela primeira vez após resultado das Eleições.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) fez nesta terça-feira (1º), dois dias após o resultado do segundo turno das eleições, o primeiro discurso após perder a eleição. O presidente fez um pronunciamento curto em que disse que “manifestações pacíficas são bem-vindas” e criticou ocupações.

Bolsonaro também agradeceu os votos que recebeu e disse que continuará cumprindo a Constituição.

Ele disse também que “manifestações pacíficas são bem-vindas” e criticou ocupações.

Bolsonaro discordou de ser rotulado de antidemocrático e disse que sempre jogou “dentro das quatro linhas da Constituição”.

“Sempre fui rotulado como antidemocrático e, ao contrário dos meus acusadores, sempre joguei dentro das quatro linhas da Constituição. Nunca falei em controlar ou censurar a mídia e as redes sociais. Enquanto presidente da República e cidadão, continuarei cumprindo todos os mandamentos da nossa Constituição”, continuou.

O resultado das eleições foi confirmado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 19h57 de domingo, quando 98,81% das urnas já tinham sido apuradas. Àquela hora, Lula, tinha 50,83% dos votos válidos e não poderia mais ser alcançado por Bolsonaro, que contabilizava 49,17% de votos válidos.

Ao todo, com 100% das urnas apuradas, Lula obteve 60,3 milhões de votos, e Bolsonaro, 58,2 milhões de votos.

BRASIL: Aplicativo WhatsApp fica fora do ar na manhã dessa terça-feira.

O popular aplicativo de mensagens WhatsApp parou de funcionar em várias partes do mundo nesta terça-feira (25). No Brasil, o serviço saiu do ar por volta das 4h e, segundo usuários, começou a normalizar por volta das 6h15.

O site “Downdetector”, que reúne relatos de falhas em diversos aplicativos e plataformas, registrou um pico de queixas sobre o WhatsApp por volta das 4h, no horário de Brasília.

Não há volume de queixas significativos em relação ao Facebook e ao Instagram, que também pertencem à Meta.

Em outubro de 2021 os três aplicativos ficaram uma tarde inteira fora do ar em todo o mundo por conta de uma falha interna.

BRASIL: Influencer baiano “Luva de Pedreiro” anuncia fim da carreira.

O influencer baiano Iran Ferreira, conhecido como Luva de Pedreiro, surpreendeu seus milhões de fãs ao anunciar, nesta terça-feira (13), que está abandonando a carreira de produtor de conteúdo.

Os fãs haviam se assustado ao perceber que Luva tinha apagado todas as publicações do seu perfil no Instagram e até cogitaram que a conta do influenciador tinha sido hackeada.

“Fala minha tropa, galera, todo mundo tá pensando que eu fui hackeado aí, não fui hackeado, não. É porque eu apaguei os vídeos mesmo, eu parei mesmo, galera. [Vou] viver minha vida normal, sossegado daquele jeito. A equipe que eu tô são os melhores do mundo, tudo gente boa, faz parte da minha família, mas foi uma decisão minha mesmo de parar”, anunciou Iran em um vídeo publicado.

 Luva ainda afirmou que, apesar da pausa, irá concluir os trabalhos fechados com as marcas recentemente.

“E as marcas que eu tô aí eu vou concluir os trabalhos que eu fechei, vou trabalhar. Mas depois disso eu não vou fazer vídeo mais, não. Tá ligado, né? É nós, daquele jeito. Mas pode deixar que tá só o ouro. (…) Nunca se esqueça do receba”.

O ex-jogador de futsal Falcão, responsável pelo agenciamento de carreira de Iran, comentou na publicação. “Amigo, descanse, viva sua vida como você decidir! Estamos aqui sempre para te apoiar! Não esqueça que você faz muita gente feliz”.

LUTO NA TV: Morre a atriz Claudia Jimenez aos 63 anos.

A atriz Claudia Jimenez morreu no início da manhã deste sábado (20), no Rio de Janeiro, aos 63 anos.

A talentosa atriz que já fez grandes interpretações como Dona Cacilda, da “Escolinha do Professor Raimundo”, e de Edileuza, de “Sai de Baixo”, estava internada no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul.

Ela passou por pelo menos três cirurgias no coração, enfraquecido por causa da radioterapia para tratar um câncer no tórax.

Até a última atualização desta reportagem, a causa da morte não havia sido divulgada.

ELEIÇÕES 2022: Campanha eleitoral começa nessa terça-feira; Confira quem são os candidatos à Presidência.

A largada da campanha eleitoral será dada oficialmente nessa terça-feira. Candidatos poderão pedir votos de forma explícita, divulgar o número usado nas urnas e distribuir panfletos aos eleitores.

O período eleitoral se estenderá até 2 de outubro e 30 do mesmo mês, caso haja segundo turno. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o prazo para registro das candidaturas, planos de governo e declarações de patrimônio se encerraram nessa  segunda.

Até o momento, 12 chapas já foram lançadas para disputar a presidência e a vice-presidência da República, confirmadas nas convenções nacionais de seus partidos. Até o fim da tarde deste sábado, 11 foram registradas no TSE, incluindo os planos de governo.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera, até o momento, as pesquisas de intenção de voto. A chapa é composta também pelo ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, adversário histórico do petista. A aliança significa a junção de propostas tanto do PT quanto do PSB, e foi redigida em 21 páginas.

A coligação também comporta PV, PCdoB, PSol, Rede, Solidariedade, Avante e Agir, reunindo o maior tempo de propaganda gratuita no rádio e na televisão: 3 minutos e 26 segundos.

O presidente Jair Bolsonaro busca a reeleição com o general Walter Braga Netto ao seu lado, ex-ministro da Defesa. Além do PL, partido dos dois, a composição é apoiada ainda pelo Progressistas e pelo Republicanos, tendo um total de 2 minutos e 40 segundos de propaganda gratuita, o segundo maior, atrás de Lula.

Bolsonaro tenta um novo mandato com um histórico negativo na economia, aumento da fome e com as consequências da crise sanitária causada pela covid-19. Ele também enfrenta um grande índice de desaprovação do governo. Porém, algumas apostas para reverter a atuação já mostraram efeitos nas pesquisas.

O terceiro lugar é ocupado pelo ex-governador do Ceará Ciro Gomes. Como vice, em uma chapa puro-sangue, o pedetista tem a vice-prefeita de Salvador, Ana Paulo Matos. O candidato não conseguiu consolidar alianças nacionais com outros partidos, e terá apenas 50 segundos de propaganda gratuita.

Na pesquisa Datafolha divulgada em 28 de julho, ele reuniu 8% de intenções de voto, uma distância de 21 pontos percentuais de Jair Bolsonaro.

Ciro se coloca como forte crítico da polarização entre Lula e Bolsonaro, atacando os dois adversários. Segundo ele, ambos defendem o mesmo modelo econômico e político, além de terem histórico de corrupção em seus governos. Como alternativa, em seu programa de governo, o ex-governador defende medidas mais profundas.

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) representa o autointitulado “centro democrático”, ao lado da também senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP). A candidatura é apoiada pelo Podemos e pelo Cidadania, costurando o terceiro maior tempo de televisão: 2 minutos e 16 segundos.

Os demais candidatos pontuam menos de 1% nas pesquisas. Soraya Thronicke (União) foi escolhida como candidata do União Brasil após a saída do presidente da legenda, Luciano Bivar, do páreo. Ao lado de Marcos Cintra, a chapa defende principalmente uma reforma tributária com criação de imposto único, e tem parcela considerável do tempo de televisão: 2 minutos e sete segundos, por representar o maior partido do país.

Veja as 11 candidaturas presidenciais registradas até o fim da tarde deste sábado

Ciro Gomes (PDT); vice: Ana Paulo Matos (PDT)

Felipe D’Avila (Novo); vice: Tiago Mitraud (Novo)

Jair Bolsonaro (PL); vice: Walter Braga Netto (PL)

Léo Péricles (UP); vice: Samara Martins (UP)

Luiz Inácio Lula da Silva (PT); vice: Geraldo Alckmin (PSB)

Pablo Marçal (Pros); vice: Fátima Pérola Neggra (Pros)

Roberto Jefferson (PTB); vice: Kelmon Luís da Silva Souza (PTB)

Simone Tebet (MDB); vice: Mara Gabrilli (PSDB)

Sofia Manzano (PCB); vice: Antonio Alves (PCB)

Soraya Thronicke (União); vice: Marcos Cintra (União)

Vera Lúcia (PSTU); vice: Raquel Tremembé (PSTU)

BRASIL: Primeira morte por varíola dos macacos é registrado em Minas Gerais.

O Brasil confirmou, nesta sexta-feira (29/7), a primeira morte por varíola dos macacos. Trata-se do óbito de um homem residente em Belo Horizonte e que estava internado em um hospital da capital mineira. A vítima era natural da Pará de Minas, na Região Central do Estado.

Segundo informou o Ministério da Saúde, a vítima tinha 41 anos e baixa imunidade, incluindo câncer. Ele chegou a ser transferido para o CTI, mas não resistiu às complicações da enfermidade. “A causa de óbito foi choque séptico, agravada pelo Monkeypox”, informou a pasta. A morte foi nessa quinta (28/7).

No Brasil, são 978 os casos confirmados de varíola dos macacos. A contaminação foi registrada em 15 estados e no Distrito Federal.

BRASIL: Nova Carteira de Identidade começa a ser emitida no país a partir dessa terça-feira (26).

A emissão da Carteira de Identidade Nacional (CIN), novo modelo de carteira de identidade no Brasil, começará nesta terça-feira (26) – e o primeiro estado a emitir o chamado “novo RG” será o Rio Grande do Sul. Em seguida, devem disponibilizar o documento os estados de Acre, Goiás, Minas Gerais e Paraná, além do Distrito Federal. Ainda não há previsão de emissão nos demais estados.

Neste primeiro momento, a CIN estará disponível somente para quem estiver fazendo a primeira via e apresentar o número do CPF. Cidadãos que não possuírem ou estiverem com as informações incorretas no CPF poderão optar entre confeccionar a carteira de identidade no modelo antigo ou regularizar a situação para solicitar o documento posteriormente.

O objetivo da CIN é unificar o número do documento em todas as unidades da federação por meio do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como registro geral, único e válido para todo o país. Haverá validações biográficas e biométricas antes da emissão da carteira.

Parecida com o documento anterior, a nova carteira de identidade terá sua autenticidade checada por um QR Code. O documento também deve ser aceito como documento em viagens para países do Mercosul, já que segue o padrão internacional.

BRASIL: STJ confirma exigência de exame toxicológico para renovação de CNH.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a regra do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que exige a comprovação de exame toxicológico negativo para obtenção e renovação das categorias C, D e E da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). De acordo com a Agência Brasil, o julgamento foi realizado em 8 de junho pela Primeira Seção do STJ. O acórdão da decisão foi publicado no dia 15 de junho. Os ministros atenderam um recurso apresentado pela União em defesa do CTB e derrubaram decisões da Justiça Federal que suspenderam a exigência do exame negativo. Pelo texto do acórdão do julgamento ficou definido que, “a obrigatoriedade de apresentação de resultado negativo no exame toxicológico de larga detecção está vinculada às categorias de habilitação, e não a parâmetros associados à atividade profissional do condutor”. O entendimento deverá ser aplicado em outros casos semelhantes que estão em tramitação no Judiciário.





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia